16/11/2016

PAPO DE AMIGA: O GAROTO DO SORRISO MATADOR - PARTE 4


A vontade de ligar novamente era intensa, principalmente depois que ele me ligou 17 vezes, isso mesmo, 17 vezes, e ele ainda enviou um SMS: "Garota da câmera, vamos conversar mais um pouco? Entender toda essa incógnita que está entrelaçando nós dois".



Não estava conseguindo dormir, depois dessa mensagem piorou a situação. Eu queria entender tudo que estava acontecendo e ao mesmo tempo queria deixar tudo pra lá. Levantei, tomei um outro banho e voltei a deitar, determinada a dormir já que viajaria em breve. Deitei em vão, é claro, porque demorei horrores para dormir e ainda acordei muito cedo. 

Assim que acordei, nem peguei no celular, decidi da uma corrida para libertar o pensamento. Corri por alguns minutos e quando cheguei na frente de casa tinha uma encomenda na porta, imediatamente pensei "puta que pariu". Peguei a encomenda, olhei para os dois lados e entrei. Coloquei ela em cima da mesa, tomei um banho, fiz o café e abri-a. Era uma boneca de fotógrafa, com uma camerazinha e tudo, junto havia um cartão que falava:
"A garota mais linda que já vi e pela surpresa que tive, essa boneca é para agradecer por você morar de frente ao meu prédio e me dá uma bela vista pela manhã. Podemos conversar? Se sim, me liga.
Michel.
P.S: Seu porteiro tem uma língua soltinha (risos)."
Xinguei nos meus pensamentos novamente, eu não conseguia acreditar que aquele menino morava no prédio da frente, eu nunca tinha visto ele e como ele tinha me visto pela manhã? Só podia ser uma brincadeira idiota do destino. 
Só tinha um dia antes de viajar e já se aproximava do meio-dia, então resolvi ligar e resolver toda aquela situação.

*Liguei pra ele.*

- Michel?
- Quem é? - era uma voz feminina.
- Uma amiga. Gostaria de falar com o Michel, por gentileza. - manti a voz intacta, mas comecei a sentir uma raiva.
- Ele está no banho. Quer deixar recado? Qual o seu nome?
- Ah, obrigado. - e desliguei.

"Aquele filho da mãe tem namorada e fica me enganando, que garoto tosco, só podia ser mais um" pensei endurecida e liguei imediatamente para a Carol.

- Amiga, bom dia. Preciso que venha na minha casa hoje a tarde, até porque amanhã eu viajo e preciso conversar.
- Oi amiga, aconteceu alguma coisa? Já ia na sua casa hoje a tarde.
- Não, não aconteceu. No caso, não sei, preciso falar sobre aquele garoto.
- Ué, não entendi. Vocês se viram? 
- Quando você chegar, nós conversamos. Beijos!
- Ok. Beijos!

Desliguei e fui terminar de arrumar a mala.

A Melzinha estava mais quieta que o normal, acho que ela estava imaginando iríamos deixar a casa por algumas semanas. Terminei a arrumação, tomei um banho, deitei no sofá e fiquei esperando a Carol chegar. Estava quase cochilando quando o telefone do Apartamento tocou. Atendi e era seu João (o porteiro) falando que alguém queria subir, autorizei e estranhei porque a Carol não precisa ser autorizada. Alguém bateu na porta e eu fui abri, já dizendo:

- Por que o Seu João pediu autorização de você não precisa... - parei assustada diante da pessoa que estava olhando.
- Você é muito linda! - um sorriso.
- O que você está fazendo aqui? Como sabe que moro aqui? Quem te deu autorização pra vir aqui? - Fiquei com raiva porque lembrei da ligação de mais cedo.
- Calma! Eu falei no bilhete que seu porteiro tem a língua solta e sobre o prédio, vi você sair pra correr cedo, então imaginei e conformei com seu porteiro. E você me ligou hoje pela manhã, achei que me convidaria para um chá e tarde, não é isso que as damas fazem?! - brincou.
- Você não deveria... - parei um instante, eu não podia entrar no jogo dele - cadê sua namorada? Por que não a trouxe com você? Acha que sou idiota?
- Namorada? Você acha mesmo que se quem atendeu fosse minha namorada eu saberia da ligação? E se eu tivesse namorada eu estaria atrás de você? 
- Eu não te conheço. - falei friamente.
- Exato. Não me julgue já que não me conhece. - falou sendo grosso.
- Você vem para a porta do meu apartamento ser grosso comigo?
- Claro, se você não me convida pra entrar. Tem mais de 10 minutos que estamos aqui. - disse quase esboçando um sorriso.
- Tá bom, desculpa. Pode entrar!


CONTINUA...


Acompanhe o blog nas Redes Sociais: FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER.

22 comentários:

  1. Aii continua logoooooooooo ameii li até o final quero ver o desfechooooooooo!!
    Amei de paixão!
    Bjao

    ResponderExcluir
  2. Que maravilhaaa, eu super amei!! Assim quando eu chegar da igreja, irei começar a ler da parte 1 para começar a entender a história. Gostei demais!

    ResponderExcluir
  3. Amei essa parte da história, depois leio anteriores para endender mais.

    ResponderExcluir
  4. Oiii flor a história chama atenção parece ser bem interessante
    Vou ler todos as parte para entender bjnhus

    ResponderExcluir
  5. quero a continuação logo <3 adoreei

    ResponderExcluir
  6. GOSTEI DO POST HISTORIA BACANA, QUE VENHA O PRÓXIMO !!!

    ResponderExcluir
  7. Escreves bem. Se fizeres mais descrições, como nos locais, das características físicas dos personagens e dos sentimentos de cada personagem a história tornasse muito mais envolvente. Se lês pouco tenta ler mais pois isso ajuda bastante a saber descrever melhor e também da-te mais gramática. Não precisa ser livros, pode ser blogs, revistas, BD... Não te estou a dar uma crítica, é apenas um conselho para melhorares.

    ResponderExcluir
  8. Muito boa a história. Agora é aguardar a continuação. Que venha logo! Parabéns! ;)

    ResponderExcluir
  9. Gostando da história. Daqui a pouco vou entrar para ler também as partes um dois e três. Triste foi ler a parte 4 primeiro mas já que foi esse o link que disponibilizou, vou fingir que li por último mesmo rsrs

    ResponderExcluir
  10. Curti a história, mas quero mais descrição dos cenários hein. Isso tem nas partes anteriores? HM

    vidaemserie.com

    ResponderExcluir
  11. MULHER DE DEUS POSTA LOGO A PARTE 5 PIRANDO AQUI NESTA HISTORIA....É REAL?

    ResponderExcluir
  12. Estou tentando me organizar para voltar a escrever ela. E não é real não (risos).

    ResponderExcluir